Fazenda Chapadão

– Bem-vindo!

Atualmente, a principal função desta fazenda é dizer a todos os visitantes – compradores, alunos, estagiários e estrangeiros em intercâmbio – da O’Coffee: bem-vindos! Composta por uma casa sede, alguns chalés, algumas pequenas residências, uma igreja e um bar/restaurante, ela desempenha a função de hospedar e receber – e pelo que pude vivenciar, faz isso com extrema maestria.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

O clima rural está presente em todos os lugares. A cada novo ambiente é muito comum as pessoas ficarem imaginando como era a vida no campo. Colonos italianos, camponeses, barões do café, todos ajudaram a criar uma de nossas principais riquezas e fonte de orgulho: o café.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

Essa fazenda, situada no município de Pedregulho (SP), tem um imenso valor histórico, tanto na cultura cafeeira como na política paulista e brasileira. Localizada aos fundos da antiga estação de trem Chapadão, ela recebia os viajantes que ali passavam. Chegou a pertencer à filha do Rei do Café e já recebeu importantes políticos brasileiros.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

Na igrejinha que, antigamente, também era usada como escola, pode-se ver os furos dos projéteis disparados pelo exército mineiro durante a revolução de 1932, pois ali também se reuniam importantes líderes políticos paulistas.

Ao ver tais marcas dos projéteis, lembrei-me de minha avó contando que, quando morava na região, ela e suas irmãs passaram alguns dias de muito medo abrigadas no mato, esperando os soldados mineiros deixarem o território paulista.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

O café colhido nesta fazenda é levado para outro local, onde é processado. Toda a parte de processamento de café desta propriedade está desativada e em processo de restauração. O antigo terreiro de secagem do café ainda existe e anseia pela conclusão da restauração.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

Gabrinio Ferreira é quem, durante o dia, gerencia a hotelaria da fazenda e à noite faz as melhores caipirinhas e batidinhas no bar do restaurante. Dona Cida faz a mágica na cozinha. Seu pudim de café é algo inexplicável.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

Sou, particularmente, apaixonado por finais de tarde. O por do sol, nos locais afastados de grandes centros, sempre cria paisagens incríveis. No momento em que estava me preparando para deixar a cidade, fui presenteado com um pôr de sol digno de não ser esquecido.

Fazenda Chapadão

Fazenda Chapadão

Esta fazenda não é importante apenas por sua produção. Conhecê-la submete as pessoas a um passado rico e fundamental na cultura cafeeira brasileira. Peça insolúvel de nossa história, deve seguir sempre preservada.

Estação Chapadão

Estação Chapadão

Deixo aqui registrado que a antiga estação Chapadão – que divide fronteira com esta fazenda – hoje está abandonada pelo poder público, ocupada por quem não é dono de direito da terra. Parte de toda essa rica história que é preservada na fazenda se perde, pouco a pouco, na estação Chapadão.

Maiores informações sobre a hospedaria podem ser obtidas no site: http://www.hospedariadocafe.com/

Pentágono do nada

Neste feriado de 9 de julho, dia em que nós, paulistas, comemoramos a revolução constitucionalista de 1932, resolvi dar uma volta por algumas cidades do interior do estado à procura de alguma cafeteria.

Pentágono do nada

Meu caminho começou em Valinhos, por volta das 15:00h deste último domingo. Tudo fechado, nenhum sinal de civilização, apenas poucas padarias se arriscaram a abrir as portas. Peguei estrada sentido Vinhedo e as coisas foram ficando piores, nem padarias eu encontrava aberto. Depois de rodar todo o centro de Vinhedo, peguei a estrada vicinal que liga Vinhedo a Itatiba à procura de alguma fazenda produtora de café.

Em Itatiba minha decepção foi ficando maior pois novamente encontrei tudo fechado. Rodei o centro, os bairros em volta e nada estava aberto. Em um pequeno empório, vi alguém fechando o caixa, mas as luzes estavam apagadas.

No dia seguinte, peguei a estrada sentido Jarinu – quem sabe na segunda-feira as cafeterias estariam abertas. Em Jarinu está acontecendo a tradicional festa do morango e o comércio estava aberto, as lojas de materiais de construção, o açougue, o alambique, as padarias e farmácias, mas eu não achei nenhuma cafeteria na cidade.

Tomei novamente uma estrada vicinal, sentido Jundiaí, que é uma cidade grande. Cheguei logo após o almoço. No GPS encontrei uma dezenas de cafeterias e uma a uma fui visitando-as. Todas fechadas!

Quando começou a escurecer desisti de minha busca. Muito frustrado por não encontrar nada que fosse digno de ser mencionado no site, resolvi batizar essa região de Pentágono do nada, pois não consegui encontrar nada relacionado a café que eu pudesse mencionar no site. Justo nesta região que tem, em sua grande maioria de colonos, os Italianos.

Se alguém conhece, nesta região, algo que deixei passar, por favor me avise, quero muito escrever sobre isso.

Bom começo de semana a todos.