Fazenda Diamantina

A Fazenda Diamantina fica no município de São Sebastião do Paraíso, no estado de Minas Gerais. O Sul de Minas é conhecido por ser um polo produtor de café e esta região em específico é conhecida como Circuito Montanhas Cafeeiras de Minas.

Por causa de sua localização, essa região tem tradição na produção de ótimos cafés.

Fazenda Diamantina

Fazenda Diamantina

Tive a oportunidade de passar um final de semana incrível nesta propriedade. Bem ao estilo dos antigos barões do café, o casarão da fazenda é super acolhedor, os quartos são amplos e a cozinha é mineira – forno e fogão a lenha.

Uma coisa me chamou a atenção logo de início: uma mesa de aproximadamente 5 metros bem no meio da sala de jantar. Ao lado, um mural repleto de fotos antigas de toda a família reunida. Salem é filho de um dos 4 irmãos que são donos de toda a propriedade. Ele é o homem por detrás do Café Fazenda Diamantina e foi meu anfitrião neste incrível final de semana.

Fazenda Diamantina

Fazenda Diamantina

Apesar do tamanho da propriedade, Salem conhece a fazenda como a palma de sua mão. Sabe exatamente onde está cada variedade de café. Levou-me a um ponto do cafezal de onde saiu a colheita que lhe deu um título internacional Late Harvest´s 2007 como melhor café. Ele conhece muito sobre blends e variedades de café.

Fazenda Diamantina

Fazenda Diamantina

Como disse anteriormente, na fazenda são cultivadas algumas espécies de café, o que permite variar o Blend e, a cada ano, reformulá-lo, para manter a qualidade do café. Toda a produção é processada na própria fazenda. O processamento do café é mecanizado, existem 3 terreiros de secagem. Onde o relevo permite, a colheita também é mecanizada, mas em boa parte da fazenda, a colheita é manual.

Fazenda Diamantina

Fazenda Diamantina

Infelizmente, peguei o final da florada. Perdi – por muito pouco – a oportunidade de ver o cafezal coberto por um manto branco de flores.

Fazenda Diamantina

Fazenda Diamantina

Experimentei algumas das variedades de cafés produzidos lá. Em parceria com Salem, criei um Blend especial que será vendido em breve aqui no site. Este blend é uma edição limitada, criado com exclusividade para o Guia do Cafezinho e com o aval do Barãozinho.

Fazenda Diamantina

Fazenda Diamantina

Estamos terminando de desenvolver a embalagem e, provavelmente, tudo estará pronto até o final de novembro.

Espero que gostem!

 

 

Lavazza – Crema e Gusto (Itália)

Ganhei este café da minha amiga Isabela, trazido diretamente da Itália.

Apesar de a embalagem não ter válvula  e nem as presilhas metálicas, dei nota 4,00 porque ela contém muitas informações sobre o ponto de torra, espessura da moagem, destinação, composição, entre outras.

Lavazza Crema e Gusto

Lavazza Crema e Gusto

A composição deste café é de 30% Arábica e 70% Robusta, com o ponto de torra entre médio e escuro. Sua destinação é para cafeteira italiana, mas isso não me impediu de experimentá-lo em minha máquina de espresso. Das duas maneiras consegui excelentes resultados.

Lavazza Crema e Gusto

Lavazza Crema e Gusto

A bebida é muito encorpada, cremosa e com coloração bem escura. É rica em aromas e bem balanceada. O aftertaste é incrível, em minha opinião é sua melhor qualidade.

Infelizmente, não consegui encontrar este café à venda por aqui, nem em sites brasileiros. Uma opção que ainda não testei é encomendá-lo na Amazon.

Lavazza Crema e Gusto

Lavazza Crema e Gusto

Análise:

  • Facilidade de compra: 1,00
  • Embalagem: 4,00
  • Qualidade do pó: 5,00
  • Aroma pré extração: 4,00
  • Aroma pós extração: 4,00
  • Corpo: 5,00
  • Acidez: 5,00
  • Doçura: 5,00
  • Amargor: 5,00
  • Aftertaste: 5,00
Total de Pontos no Ranking: 43,00

Café Fazenda Diamantina

Conheci este café através da indicação de um leitor assíduo do site, meu amigo Luis Otávio. Esta é a segunda grande indicação que recebo dele.

Este café é cultivado no sudoeste do estado de Minas Gerais e ainda é pouco comercializado em outras regiões. Segundo o produtor, esta amostra que recebi é das variedades Catucai e Mundo Novo. O blend principal não muda muito – ele o compõe de acordo com a produção local.

Café Fazenda Diamantina

Café Fazenda Diamantina

No site do produtor existe uma loja virtual em desenvolvimento. Acredito que, em breve, este café torne-se mais acessível para o Brasil todo.

Sua embalagem** não tem a válvula de respiro, nem as abas metálicas para facilitar a guarda. Também faltam algumas informações importantes, como por exemplo, se é em grãos, ou se a moagem é para coador, prensa francesa…

Café Fazenda Diamantina

Café Fazenda Diamantina

Seu ponto de torra é ligeiramente claro, característica marcante em cafés de qualidade.

Preparei a amostra em grãos em minha máquina de espresso. O que mais me chamou à atenção neste café foi sua cremosidade e a riqueza de aromas. A bebida extraída era muito encorpada, balanceada e de um agradabilíssimo aftertaste. Todos que a provaram não pouparam elogios.

Pouca coisa precisa ser feita para que este café emplaque a liderança do Ranking.

Café Fazenda Diamantina

Café Fazenda Diamantina

Análise:

  • Facilidade de compra: 3,00
  • Embalagem: 4,00**
  • Grãos: 4,00
  • Aroma pré extração: 4,50
  • Aroma pós extração: 5,00
  • Corpo: 5,00
  • Acidez: 5,00
  • Doçura: 5,00
  • Amargor: 5,00
  • Aftertaste: 5,00
Total de Pontos no Ranking: 45,50
*As canecas de ágata foram enviadas pelo parceiro Lewe e podem ser adquiridas no site: http://www.lewe.com.br/

**Recebi uma segunda amostra do fabricante, com aperfeiçoamentos na embalagem. A válvula de respiro foi acrescentada.

Caffè Visconti – Valeggio Sul Mincio (Itália)

Borghetto… esse é o nome de um “bairro” de Valeggio Sul Mincio, na região do Vêneto, Itália. É um lugar de beleza fascinante, de encher os olhos de quem o visita. Além disso, o local tem atrativos gastronômicos, como o famoso ” tortellini”, altamente recomendado.

Valeggio sul Mincio

Valeggio sul Mincio

Contudo, nosso foco aqui é.. o café. E o Borghetto tem sim um lugar especial para quem quer tomar um espresso de qualidade. Na realidade o Caffè Visconti não é apenas uma cafeteria… é também um restaurante, um local para se degustar um bom vinho, fazer um happy hour, tomar café da manhã, almoçar ou jantar.

Caffè Visconti

Caffè Visconti

E neste lugar aconchegante, fomos muito bem recebidos pelo Marco – proprietário do local, que nos deu até seu telefone depois de nos dar muitas informações da região, para o caso de alguma dúvida surgir – e pela Luciana, uma brasileira extremamente simpática, que também nos deu muitas dicas locais. Com tanta gentileza, tivemos que voltar ao local no café da manhã, com direito a um delicioso cappuccino e piadina, prato tipicamente italiano.

Caffè Visconti

Caffè Visconti

Bem, acho que as fotos expressam mais que as palavras…

Caffè Visconti

Caffè Visconti

Endereço:
Via Raffaello Sanzio, 37067
Valeggio sul Mincio

Café na Itália

Itália:
O café é caro em todos lugares, mas ele é igualmente perfeito!
80% do café servido aqui é brasileiro e melhor que 90% do café servido no Brasil!
Precisamos começar a exigir e aceitar pagar mais por um café melhor, pelo nosso melhor café!

Café da Montanha Gourmet Expresso

Este é mais um dos bons café que comprei quando fiz uma visita à cidade de Serra Negra. Mais detalhes relacionados podem ser obtidos nos posts: Café da Montanha Premium e Le Caffé Cafeteria Gourmet.

Café da Montanha Gourmet Expresso

Café da Montanha Gourmet Expresso

Este café é muito parecido com o outro café da marca, Premium, mas percebi pequenas diferenças nos grãos que contêm mais imperfeições no formato e tamanho. Percebe-se também pequenas variações no ponto de torra, alguns grãos estão menos torrados que a maioria.

A bebida é gostosa, balanceada, ligeiramente ácida e com um agradável aftertaste. Sua embalagem tem muitas informações sobre o cultivo e o café em geral, deixando a desejar apenas na ausência das abas metálicas, que facilitam a guarda do produto.

Café da Montanha Gourmet Expresso

Café da Montanha Gourmet Expresso

Análise:

  • Facilidade de compra: 2,00
  • Embalagem: 4,00
  • Grãos: 3,50
  • Aroma pré extração: 4,00
  • Aroma pós extração: 4,50
  • Corpo: 4,50
  • Acidez: 4,00
  • Doçura: 4,50
  • Amargor: 4,50
  • Aftertaste: 5,00
Total de Pontos no Ranking: 40,50

 

Café Cocla Cusco Gourmet (Peru)

Este café é cultivado em Cusco, cidade no Peru situada no sudeste do Vale de Huatanay ou Vale Sagrado dos Incas, na região dos Andes, a uma altitude de 3400 metros.

Cocla é uma cooperativa de produtores locais que, além de café, produzem chás, mel, chocolates e outros produtos agrícolas.

Em função de tratados internacionais, este café não pode ser comercializado aqui no Brasil e importá-lo em grandes quantidades não é possível. Esta amostra foi-me dada por um amigo, Luis Otávio, que a comprou durante uma viagem ao Peru.

Cocla Cusco Gourmet

Cocla Cusco Gourmet

Seus grãos são muito bem formados, quase sem nenhuma imperfeição. Seu ponto de torra é ligeiramente escuro, o que lhe garante um paladar mais amargo. Percebe-se notas que não são comuns a cafés nacionais, o que estimula a imaginação.

A bebida é bem balanceada e, devido a torra, tem uma leve predominância do amargor, mas sem prejudicar seu aftertaste.

Cocla Cusco Gourmet

Cocla Cusco Gourmet

Análise:

  • Facilidade de compra: 1,00
  • Embalagem: 4,00
  • Grãos: 4,50
  • Aroma pré extração: 4,50
  • Aroma pós extração: 4,00
  • Corpo: 4,50
  • Acidez: 5,00
  • Doçura: 5,00
  • Amargor: 4,50
  • Aftertaste: 5,00
Total de Pontos no Ranking: 42,00

 

Spanish Coffee

Licor 43! Acredita-se que tem sua origem junto à civilização Romana que habitava a Península Ibérica. Tem esse nome devido ao fato de incluir 43 ingredientes em sua composição, tais como, baunilha, suco de limão e outras frutas cítricas além de ervas, especiarias e plantas aromáticas.

Spanish Coffee

Spanish Coffee

Esta clássica bebida produzida na Espanha tem em seu próprio site a receita de um drink com café. Segue, então, a nossa versão:

Ingredientes:

1 dose de café espresso

1 dose do licor 43

Chantilly e cacau em pó para decorar

Modo de preparo:

Dê uma rápida aquecida no licor (ele é, usualmente, mantido no freezer). Coloque-o na taça e verta o café sobre ele. Decore com o chantilly e o cacau em pó.

Spanish Coffee

Spanish Coffee

Café D’Oraggio

Comprei este café em uma cafeteria de Serra Negra, tão famosa cidade do circuito das águas paulistas. Fiz uma pesquisa na net e constatei que, apesar de não estar disponível fisicamente em todo país, existem lugares em que você pode adquiri-lo on-line.

Café D'Oraggio

Café D’Oraggio

O café – caracterizado como Especial Gourmet –  é produzido acima de 1000m de altitude, com grãos 100% arábica, das variedades Catuaí e Mundo Novo, no Sítio São Bento, que está localizado em Serra Negra, no bairro Belo Horizonte. Segundo informações da própria embalagem, “o clima de montanha, ameno e ricamente oxigenado, proporciona excelentes condições para a produção de cafés finos“.

Café D'Oraggio

Café D’Oraggio

A bebida é rica em aroma e corpo, doce e proporciona um excelente aftertaste.

Análise:

  • Facilidade de compra: 4,00
  • Embalagem: 4,00
  • Grãos: 4,50
  • Aroma pré extração: 4,50
  • Aroma pós extração: 4,00
  • Corpo: 5,00
  • Acidez: 4,50
  • Doçura: 4,00
  • Amargor: 4,00
  • Aftertaste: 5,00
Total de Pontos no Ranking: 43,50

24 de Maio – Dia Nacional do Café

“Para fazer o café, o ideal é moer os grãos na hora, e que estes sejam saudáveis, inteiros, muitos deles cultivados nos sombrios de montanha, e melhor ainda se o sombrio for de cacaueiros, de ingás, de bacuparis. Isso é o ideal, não o indispensável. O que é indispensável, sim, é moer os grãos pouco antes de coar o café e usar um aparelho que faça passar a água quase fervendo, lentamente, pelo pó. Os italianos descobriram bons métodos para fazer isso, mas os turcos também, com sua canequinha de boca afunilada, e os nórdicos com sua jarra que filtra com um êmbolo. Todos são bons métodos para fazer café”

(Héctor Abad, in: Livro de receitas para mulheres tristes. Cia das Letras).

Café - Splash