Coffee Lab

Isabela Raposeiras e seu Coffee Lab dispensam apresentações. Acho que ela já saiu em quase todas as mídias especializadas em café. Por causa disto, resolvi – neste artigo – mudar o formato com que geralmente escrevo. Vou descrever, quase que como um diário, o que vivenciei quando estive lá.

A Vila Madalena, ao contrário dos bairros das outras cafeterias de São Paulo, é bem mais tranquila. Parei meu carro na porta da cafeteria e, de cara, fiquei com aquele sentimento de estar economizando os tradicionais 25 reais do estacionamento.
Na fachada, bem discreto, o logotipo identifica o local. Na entrada, o cheiro do café torrado lhe puxa para dentro. Me senti como o pica-pau quando era atraído para uma torta.

Coffee Lab

Coffee Lab

Ao contrário das outras cafeterias que eu havia visitado no dia, esta estava mais movimentada. Na área interna, um salão, a cozinha e a torrefação convivem sem divisórias de ambiente. Na parte de trás e no deck à frente mais algumas mesas são opções para quem chega.
Sentamos no salão interno. Em uma pia bem à frente era possível se servir de água, à vontade e sem custo. Na mesa diagonal, quatro orientais conversavam algo que parecia ser sobre café.

Coffee Lab

Coffee Lab

Me apresentei ao barista que nos atendeu e perguntei se poderia fotografar a casa para um artigo que escreveria mais tarde. Ele me disse que precisaria de uma autorização, mas ao ver meu descontentamento aparente, prontificou-se a consegui-la para mim. Alguns minutos mais tarde, retornou à mesa e disse que eu poderia fotografar livremente.

Não sei se foi porque eu tinha visitado outras 4 cafeterias neste dia, mas o cheiro do café torrado que antes era atrativo, começava a me incomodar.

Coffee Lab

Coffee Lab

Dei uma volta pelo salão, fotografei algumas coisas, fui até a cozinha e a torrefação, fotografei mais. Acanhado, me aproximei de Isabela e fiz meia dúzia de perguntas, mas a conversa não fluiu como eu esperava, talvez por ela estar ocupada, talvez por qualquer outra coisa.

Coffee Lab

Coffee Lab

Voltei à mesa e pedi o cardápio. Encontrei vários micro lotes, alguns esgotados, vários cursos, curiosidades e tudo mais que se esperava. Pedi o espresso da casa. O barista me perguntou se era minha primeira vez na casa, respondi que sim. Alguns minutos depois trouxe-me duas xícaras de café, uma pequena e outra grande e explicou que as duas xícaras continham o mesmo café, na mesma quantidade. Elucidou que eu deveria mexê-las (mesmo que não fosse acrescentar açúcar) e começar a provar pela maior, pois eu perceberia mais facilmente a diferença que as xícaras proporcionariam no sabor da bebida.

Coffee Lab

Coffee Lab

Gostei muito da experiência que a casa desperta, das sensações, aromas e tudo mais. Achei o ambiente pouco confortável – não senti ali vontade de ficar muito tempo – mas, talvez por isso, o giro da casa seja mais alto que as outras cafeterias famosas de São Paulo.

Coffee Lab

Coffee Lab

Sugiro que você conheça o lugar e me conte aqui o que achou.

Rua Fradique Coutinho, 1340
Vila Madalena – São Paulo/SP
CEP: 05416-001 – Brasil

Tel.: +55 (11) 3375-7400

 

Deixe uma resposta