Hario V60

Conheci a Hario V60 há pouco mais de um ano. Demorei para escrever sobre ela porque resolvi experimentar a maiorias das “receitas” que encontrei na internet, e também porque fui, pouco a pouco, comprando mais acessórios Hario. Ainda bem que esperei tanto tempo para escrever sobre ela, pois minha opinião foi mudando com o tempo.

Hario V60

Hario V60

Existe uma infinidade de acessórios para a extração na Hario V60. O que você realmente precisa ter para poder extrair um café é o cone – mais conhecido como Dripper – e o filtro de papel. Lembre-se de comprar o cone e o filtro de papel do mesmo tamanho.

O cone pode ser de plástico ou porcelana. A diferença básica é o preço: o de porcelana é muito mais caro que o de plástico. Dito isso, quaisquer outros produtos são acessórios. Se são importantes ou não, cabe a você decidir.

Hario V60

Hario V60

Assim como os acessórios, existem diversos especialistas com receitas detalhadíssimas e metódicas, mandingas, firulas e um punhado de coisas que vão tentar convencê-lo  de que o resultado da extração será incrível.

Hario V60

Hario V60

Inicialmente, o mais importante é não esquecer de passar água quente no filtro de papel – antes de colocar o pó – para retirar o gosto do papel. No momento da extração, a água não deve estar fervendo, deve estar entre 85ºC e 97ºC. Se não tiver um termômetro de precisão, não se apavore, basta apenas esperar a água ferver – aqui na Terra isso acontece em 100ºC – e, antes de começar a despejá-la sobre o pó, aguarde alguns minutos.

Hario V60

Hario V60

De todas as receitas, fiz um apanhado e achei o meu método de extração. Como fazemos no tradicional coador de papel, dobre a costura do filtro antes de colocá-lo dentro do cone. Você vai perceber facilmente que o cone tem algumas ranhuras internas e o filtro é cônico e não trapezoidal, como o que estamos acostumados em nosso método mais utilizado.

Hario V60

Hario V60

Tento manter em mente que devo usar de 10g a 12g de pó de café para cada 100ml de bebida. Comprei a balança e o suporte de acrílico para facilitar a pesagem do pó e da água.

A moagem recomendada é um pouco mais grossa que a moagem de espresso, mas como o filtro é bem fino, use a que gostar mais.

Hario V60

Hario V60

Com movimentos em espiral, despeje a água quente, bem devagar, do centro para a borda do cone. Quando a água cobrir todo o pó, espere 30 segundos e comece a despejar novamente. Aperfeiçoando este processo, descobri que o bule – mais conhecido como Kettle – é um grande facilitador, pois libera apenas um filete muito fino de água.

Hario V60

Hario V60

Antes de ter a balança, eu esperava a quantidade de bebida chegar na marca de 2 doses do recipiente de vidro – ou Server – mas, com a balança, consigo parar de colocar água antes e apenas esperar que ela passe pelo filtro.

Hario V60

Hario V60

Lembre-se: a bebida extraída pela Hario é, por definição, mais leve que aquela extraída pelos métodos de extração mais conhecidos e, por isso, ela destaca mais as qualidades ou defeitos do café.

Todos estes itens estão disponíveis aqui no Brasil, mas recomendo que pesquise em sites internacionais; demoram para entregar mas são bem mais baratos. Eu comprei a maioria dos meus itens neste lugar: http://stores.ebay.com/Hirokojapan/COFFEE-TEA-MAKER-/_i.html?_fsub=4986646011

Cremeira MILQ

Cremeira ou Emulsificador de leite, este utensílio é bem prático e ajuda muito na hora de preparar bebidas quentes ou frias.

Você pode escolher entre uma espuma bem cremosa e densa ou apenas bater ou misturar a bebida – que pode ser aquecida ou mantida na mesma temperatura. Aqui em casa eu uso muito o batedor para criar a espuma densa quando quero tomar um cappuccino e o misturador para preparar chocolate quente.

MilQ

MilQ

O MILQ ainda vem acompanhado de um livro de receitas, muito bem escrito e ilustrado. A cremeira e outros acessórios da marca Delta Q, podem ser compradas na Loja Online.

Especificações:
Potência: 550W
Voltagem: 127v ou 220v – 60Hz
Campacidade: Min. 80ml e Max. 200ml

Cápsulas Delta Q

A Delta Q vem, pouco a pouco, conquistando seu espaço no mercado de cápsulas de café. Sua máquina é bem construída e relativamente barata e seus produtos podem facilmente ser adquiridos pela internet, em sua loja on-line.

Tive a oportunidade de experimentar 7 variedades de blends comercializados pela marca. Confesso que não me agradaram muito os blends com numeração inferior a 5.

  • 10 – Qalidus – Forte, ambicioso e ultra-intenso. Fruto de uma rica combinação de Robustas de Camarões e Angola com Arábicas de Honduras.
  • 9 – Qharacter – Intenso, encorpado e sofisticado. Resultado de uma fina mistura de sabores oriundos de países como Costa do Marfim, Colômbia e Brasil.
  • 8 – aQtivus – Dinâmico, jovem e aventureiro. Nascido nas terras férteis de Laos, Vietname e El Salvador.
  • 5 – Qonvictus – Sereno, maduro e distinto. Com o misterioso toque das Índias e uma equilibrada selecção de aromas da Tanzânia e Costa Rica.
  • 4 – Qonvivium – Sedutor, Urbano, Descontraído. Mistura de cafés oriundos da Tanzânia, Panamá e à Uganda.
  • 3 – deliQatus – Suave, subtil e envolvente. Da Papua Nova Guiné, Quénia e Guatemala chega-nos uma cuidada seleção de paladares exóticos.
  • 1 – deQafeinatus – Rico, original e verdadeiro. Tão bom como qualquer espresso Delta Q, mas sem cafeína. Com uma harmoniosa combinação de Robustas asiáticas e Arábicas sul-americanas.
Cápsulas Delta Q

Cápsulas Delta Q

Maiores detalhes sobre cada tipo de blend podem ser obtidos na loja on-line. Existe – em cada um deles – uma descrição de país de procedência e variedade de café. O blend que mais gostei foi o de número 10. Forte e intenso, ele tem um Q diferente dos demais cafés em cápsula.

Atualmente, as cápsulas são comercializadas a R$1,45, ou seja, uma caixa com 10 cápsulas sai por R$14,50 mais o frete. Na loja só existe a opção de envio pelos Correios, o que encarece em muito o preço do produto, sobretudo quando se compra pequenas quantidades. Fiz uma simulação onde comprei 1 caixa de cápsulas. Na hora de pagar, no preço de R$14,50 foram somados R$12,00 de frete.

Um grande diferencial da marca é o atendimento ao cliente. Um dia após eu concluir minha simulação de compra sem de fato comprar alguma coisa, recebi uma chamada da central de relacionamento Delta Q. Eles queriam saber o porquê de eu não ter efetivado a compra, se existia alguma dúvida ou mesmo se eu tinha alguma sugestão ou reclamação a fazer. Poucas são as empresas que se importam desta maneira com seus clientes.

Cápsulas de Café

A cápsula de café permitiu que, mesmo sem um curso ou alguma preparação, qualquer pessoa pudesse extrair uma bebida de qualidade. O uso da cápsula é muito simples e ajudou a evoluir o paladar brasileiro.

Tive a oportunidade de experimentar algumas marcas e tenho algumas máquinas de cápsulas em casa. O que se deve ter em mente é que, se uma marca vende milhões de cafés no mundo, ou mesmo no Brasil, ela não compra o café de 1 produtor somente. Desta forma, ela não pode – de forma alguma – garantir que, por meios naturais, o café comercializado no Rio Grande do Sul tenha o mesmo gosto e a mesma qualidade que o café comercializado no Acre, ou mesmo na Finlândia. Processos químicos e industriais fazem com que o gosto e aroma tornem-se padrão em todo o mundo.

Deve-se manter sempre em mente que a quantidade gigantesca de produção de café não significa igual qualidade. O Brasil é o maior produtor de café do mundo, mas não é o melhor. Produzir imensa quantidade de café tem seu preço como, por exemplo, mecanizar a colheita e o processamento do café. O bom e velho café em grãos lhe permite comprar cafés de pequeno produtores, de gente que dorme pensando na planta e acorda fazendo a melhor forma de colheita e beneficiamento do café.

Cápsulas de Café

Cápsulas de Café

Se você quer apenas um bom café, sempre muito bem tirado, cheiroso e cremoso, as cápsulas foram feitas para você. Sempre perfeita, a bebida sai igual em cada tirada, como se fosse clonada. Além disso, a cápsula é uma boa opção para quem busca praticidade.

Existem atualmente no mercado uma grande variedade de cápsulas de café. Cada grande marca criou um padrão e uma máquina específica para a extração. Diante disto, qual comprar?

Cápsulas de Café

Cápsulas de Café

Algumas dicas são muito importantes na hora de escolher:

  1. Disponibilidade – Como se está escolhendo uma marca que irá fidelizá-lo teoricamente para sempre, deve-se verificar – antes de comprar a máquina – qual a facilidade de compra das cápsulas.
  2. Preço das cápsulas – É importante pesquisar a média de preço das cápsulas, pois a tática que as empresas usam é vender a máquina por um valor atrativo e cobrar mais nas cápsulas.
  3. Variedade – Novamente vale avisar que se está casando com uma marca, então, verifique antes se existe uma variedade suficiente de café para que, em 1 ano, não se enjoe da marca (faz-se exceção no próximo item).
  4. Genéricos – Atualmente, temos disponíveis cápsulas de marcas diferentes, que produzem cápsulas compatíveis com determinadas máquinas de café. Terror das grandes marcas, as cápsulas “genéricas” são importantes pois dão mais opções ao consumidor e podem colaborar para a redução dos preços – o que não significa que a qualidade seja igual a das cápsulas “originais”.

O mais importante nas cápsulas de café é que elas despertaram nas pessoas essa vontade de conhecer mais sobre, de querer algo melhor, prático. Foram muito importantes, principalmente no Brasil que tem enraizado a cultura do café de coador, com muito açúcar e em muitas vezes, sem qualidade.

 

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

Dentre as máquinas da Nespresso, considero este modelo o melhor custo benefício. Não é a mais barata, mas também não é a mais cara e, ainda assim, possui algumas boas funcionalidades.

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

Seu grande ponto forte é vir com o batedor de leite, que permite fazer cappuccinos, chocolates quentes e outras bebidas, quentes ou frias.

Seu funcionamento é bastante simples: dois botões na parte superior controlam a extração do café curto ou longo (botões programáveis). Já no batedor de leite há um botão que, quando pressionado por mais de 2 segundos, desativa a função de aquecimento. Dois batedores são fornecidos com este módulo – um para espumar e outro para apenas bater o leite.

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

As partes frontais e laterais são removíveis, para facilitar a limpeza do equipamento. Seu manual vem em vários idiomas, incluindo o português, e contém explicações de uso e manutenção do equipamento. Nada muito detalhado, mas atende às expectativas.

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

Nespresso CitiZ & Milk Titanio

Especificações técnicas:
Modelo: Nespresso CitiZ & Milk Cinza Titanio
Cápsulas: Exclusivo Cápsulas Nespresso
Voltagem: 127V, 60Hz
Potência: 1870W
Pressão: 19bar
Capacidade do tanque: 1L
Peso: 4,6Kg
Dimensões: 237mm x 277mm x 372mm

Delta Q Qool Automática (Qool 2.0 Dosing B)

Recebi esta máquina através da StarBrands, empresa que cuida das relações públicas da empresa Delta Q aqui no Brasil.

Como engenheiro, prefiro as linhas retas, mas neste caso, as curvas caíram muito bem no design da máquina.

Delta Q Qool Automática

Delta Q Qool Automática

Muito prática, esta máquina funciona com cápsulas do padrão Delta Q, que podem ser adquiriras pelo site: https://www.mydeltaq.com/

Existem dois botões na máquina: um para expresso curto e outro para longo. O que mais gostei é que, sem complicação, esses botões podem ser reprogramados de acordo com a necessidade de cada um.

Junto com a máquina, recebi amostras dos 7 tipos de blends comercializados no momento pela empresa. Posso afirmar – de antemão – que são de boa qualidade e agradável aftertaste. Posteriormente, farei uma análise mais detalhada de cada um dos blends.

A máquina vem acompanhada de dois manuais – em português – muito bem escritos. Um é um Quick Start, descrevendo as principais funções da máquina. Já o outro, é um manual detalhado, com informações de manuseio, limpeza e uso, além de informações de segurança e uso consciente.

Delta Q Qool Automática

Delta Q Qool Automática

Especificações técnicas:
Modelo: Qool 2.0 Dosing (B)
Cápsulas: Exclusivo Cápsulas Delta Q
Voltagem: 127V, 60Hz
Potência: 1340W
Pressão: 19bar
Capacidade do tanque: 1L
Peso: 4,0Kg
Dimensões: C307mm x L205mm x A265mm

Chef Crema Electrolux

Pequena, leve, barata e muito versátil! Na minha opinião, a Chef Crema é o melhor custo benefício das máquinas de espresso sem moinhos. Indicada para quem está começando a apreciar um bom café e não abre mão de saber como prepará-lo, desde o ponto de torra, moagem e pressão do pó.

Chef Crema Electrolux

Chef Crema Electrolux

Esta máquina tem boa pressão, vem com grupo para extração de 1 ou 2 cafés, vaporizador e aquecedor de xícaras na parte superior.

Seu vaporizador não pode ser considerado de nível profissional, mas é funcional e prático para aquecer o leite.

Chef Crema Electrolux

Chef Crema Electrolux

Algumas coisas podem ser melhoradas nesta máquina, como por exemplo, a introdução de um temporizador para controlar as doses automaticamente, ou mesmo trocar a chave seletora por botões – muito mais prático e fácil.

Chef Crema Electrolux

Chef Crema Electrolux

No geral, esta é uma boa máquina, uma das mais baratas e não vejo proprietários reclamando dela. Exige uma manutenção regular, para evitar que seus componentes estraguem, mas nada muito complicado.

Especificação Técnica:
Tensão: 127/220V
Potência (W): 1350
Pressão (Bar): 15
Peso Bruto (Kg): 4, 58
Altura embalado (mm): 330
Profundidade embalado (mm): 307
Largura embalado (mm): 236

Cremeira Latte Espressione

Muitas máquinas de espresso comercializadas hoje em dia não vêm com o vaporizador. Isto barateia muito seu preço. Em contrapartida, impossibilita o preparo de um bom cappuccino.

Esta cremeira, emulsificador, ou como queira chamar, vem exatamente resolver o problema.

Latte Espressione

Latte Espressione

Fiquei muito impressionado com a facilidade e a qualidade da espuma criada por esta máquina. Em menos de 2 minutos pode-se obter uma espuma perfeita, igual a de um barista profissional, já na temperatura ideal.

Latte Espressione

Latte Espressione

Este equipamento pode ser encontrado em vários países, como EUA, Alemanha, Portugal, Inglaterra. Aqui no Brasil, pode ser adquirido pelo site Café Fácil.

Construído em aço inox e plástico de alta resistência, aparenta ter boa durabilidade e é de fácil limpeza. Seu manual não é muito completo e fiquei em dúvida na diferença dos níveis de leite – chamados de mixer 1 e mixer 2.

Latte Espressione

Latte Espressione

Especificações:
Potência: 450w
Voltagem: 120-127v ~ 60Hz
Dimensões: 17L x 20 x 11,5cm
Tamanho do cabo: 0,7m

Este produto nos foi enviado pelo parceiro: Café Fácil

 

 

Handpresso Auto

Escolhi essa incrível máquina para inaugurar a categoria “Máquinas” porque fiquei encantado com a possibilidade de poder tomar um espresso a qualquer momento, dentro do meu carro.

Handpresso - Carro

Handpresso – Carro Close

A ideia de poder tirar um café de qualidade enquanto se está preso no trânsito de uma grande metrópole como São Paulo soa como um sonho, mas essa máquina é capaz de materializá-lo.

Com 16 bar de pressão, ela utiliza saches que você pode facilmente comprar em grandes redes de supermercados. Você só precisa levar um pouco de água e ter disponível um conector de acendedor de cigarros no carro. Ela esquenta a água e, em aproximadamente 2 minutos, o café já pode ser extraído.

Handpresso - Carro

Handpresso – Carro

O inconveniente desta máquina é seu preço, em euros, uma vez que não está disponível no mercado brasileiro. É possível importá-la da França ou Inglaterra, locais onde ela pode ser facilmente adquirida.

 

Cafeteiras e a extração do café

A forma como extraímos o café é muito importante e influencia em muito o resultado final da bebida. Quanto mais tempo o pó fica em contato com a água quente, mais é extraído do café, inclusive a cafeína. A moagem também é determinante na extração. Quanto mais fina for, mais se extrai do café e mais encorpado e robusto ele fica.

Existem várias formas de se extrair o café, as principais são:

  • Coador (filtro de papel ou pano)
  • Cafeteira Italiana ou Moka
  • Prensa Francesa
  • Ibrik
Cafeteiras

Cafeteiras

Coador (Filtro de papel ou pano)

Este talvez seja o método mais utilizado no Brasil. Acredito que em quase todas as casas exista um suporte para filtro de pano – pelo menos nas casas de nossos avós.

Esta forma de extração é muito simples e fácil de se obter. Atualmente, é muito mais fácil de se encontrar nos mercados o café com a moagem correta para este tipo de extração, que deve ser mais grossa que a do Ibrik e mais fina que as demais.

Evite deixar a agua muito quente, a temperatura deve estar entre 75 e 85 graus célsius. Lembre-se que a água “ferve” a 100 graus célsius (CNTP). Não vou falar muito deste tipo de extração pois ele é bem simples e não tem muitos segredos, basta atentar-se para algumas dicas importantes:

  • O filtro de papel ou pano deve se encaixar de forma adequada ao suporte ou porta filtros;
  • A disposição do pó dentro do filtro é muito importante, espalhe-o uniformemente.
  • Nunca reutilize o filtro de papel ou mesmo o pó;
  • Procure usar água mineral ou mesmo filtrada.

Cafeteira Italiana ou Moka

Inventada pelo italiano Alfonso Bialetti em 1933, é uma forma muito interessante de se extrair o café. Devemos utilizar o café com uma moagem mais grossa, uma dica é começar com algo um pouco mais grosso que a peneira interna e ir engrossando, conforme o resultado.

Antes de começar, verifique se a cafeteira está bem limpa, repare se os poros da peneira estão desobstruídos. Isso é muito importante para um bom resultado.

Coloque água na parte inferior da cafeteira (mineral ou filtrada), até o nível da válvula de segurança. Coloque o pó de café no funil e o posicione dentro da cafeteira. Lembre-se de distribuir o pó de forma uniforme e de não pressioná-lo.

Encaixe e rosqueie as partes, tomando o cuidado para que tudo esteja bem encaixado e vedado. Coloque na parte superior algumas gotas de água para evitar que o café se queime na hora em que ele sair.

Coloque a cafeteira no fogo e fique atento para a hora em que a água começa a “ferver”, pois esta é a hora correta de retirar a cafeteira.

O café extraído é saboroso, geralmente forte e encorpado, devido ao tempo de extração mais elevado que o espresso.

Cafeteira Italiana

Cafeteira Italiana

Prensa Francesa

Inventada por volta do século XIX, essa forma de extração é muito utilizada hoje em dia e assim como as demais, não tem muitos segredos.

A moagem é basicamente igual a da Cafeteira Italiana, devemos usar o pó um pouco mais grosso que a peneira interna e ir engrossando conforme sua preferência.

Antes de começar o preparo, pré aqueça o recipiente de vidro. A dosagem de café utilizada varia de gosto pra gosto, mas a recomendada é 1g de café para cada 10ml de água. Eu utilizo 1 colher de sopa de pó para cada xícara de água.

Coloque a dosagem de café no recipiente e depois despeje a água quente. Misture tudo e deixe repousando de 3 a 5 minutos. Coloque a tampa com o pistão e, passados o tempo de repouso, comece a baixá-lo lentamente, separando os grãos moídos do café extraído.

Das formas manuais de extração, a prensa francesa é a que eu mais gosto.

Prensa Francesa

Prensa Francesa

Ibrik

O Ibrik é usado para o preparo do café turco. Este café é bem forte e de todos é o que tem a maior concentração de cafeína, devido ao longo tempo de extração que o pó é submetido.

Para o preparo do café turco, você precisa de uma moagem ultra fina, bem semelhante a um “pó” de café mesmo.

Coloque a água no Ibrik e deixe ferver. Depois de fervida a água, coloque o pó (mantendo a proporção de 1g para 10ml) e misture tudo. Deixe ferver por mais 3 vezes, sempre retirando do fogo e esperando baixar a água após cada fervura.

Neste preparo, podemos adicionar ao pó de café algumas especiarias, como Anis Estrelado, Canela e Cardamomo, o meu preferido.

Ibrik

Ibrik

 

Fiquem à vontade para me convidar para seu próximo café!