Análise – Nordstrom Dark Roast Coffee (Honduras)

Encerramos a votação para a escolha da próxima análise de café. Com uma vantagem de 4 votos, o café hondurenho foi o selecionado! Antes de começar a falar dele, gostaria de agradecer a todos que participaram desta pesquisa.

A embalagem tem a textura de papelão, de aspecto artesanal, bem lacrada e com válvula de respiro. Possui ainda abas metálicas que facilitam a guarda do café.

Nordstrom Dark Roast Coffee - Embalagem

Nordstrom Dark Roast Coffee – Embalagem

Quando abri a embalagem, o que me chamou a atenção foram os grãos de café, maiores que os que vemos aqui no Brasil, e que pareciam ter sido polidos, um a um. Todos muito bem formados, com a isometria de um perfeito café gourmet.

Na foto abaixo é possível comparar um café nacional (esquerda) com o café hondurenho (direita).

Nordstrom Dark Roast Coffee - Grãos

Nordstrom Dark Roast Coffee – Grãos

O café extraído ficou muito encorpado, com uma coloração escura, tendendo ao chocolate. Sua espuma era densa e cremosa, arrisco a dizer que ficou perfeita. O aroma era forte e marcante, sendo perceptível notas de chocolate e terra. Muito equilibrado em suas características, o que se nota é uma ligeira tendência ao amargor, deixando na boca um agradabilíssimo aftertaste.

Nordstrom Dark Roast Coffee

Análise:

  • Facilidade de compra: 1,00
  • Embalagem: 5,00
  • Grãos: 5,00
  • Aroma pré extração: 5,00
  • Aroma pós extração: 5,00
  • Corpo: 5,00
  • Acidez: 5,00
  • Doçura: 5,00
  • Amargor: 5,00
  • Aftertaste: 5,00
Total de Pontos no Ranking: 46,00

Ainda não achei este Blend para comprar pela Internet, mas assim que eu descobrir, deixarei a dica aqui no site.

Para os amigos que participaram da pesquisa, fica aqui o convite para vir experimentá-lo. Mas não demorem pois, certamente, ele não vai durar muito!

2 ideias sobre “Análise – Nordstrom Dark Roast Coffee (Honduras)

  1. Tive o prazer de provar esse café e é realmente uma delícia. Se você descobrir onde comprar, com certeza vou querer o compartilhamento da informação!

  2. Pingback: Análise – Café Britt Espresso (México) | Guia do Cafezinho

Deixe uma resposta